Muçulmana é resgatada por cristãos e aceita Jesus após tentativa de suicídio

Thaís , Publicado em 12/02/2018

Temos o relato de muitos muçulmanos que após conhecer a Verdade acerca de Deus e sua revelação através de Jesus Cristo, se convertem ao evangelho, vivenciando uma liberdade nunca antes conhecida. Felizmente, em alguns casos isso acontece da forma mais natural possível, com liberdade e o apoio de todos que estão à volta, mas não é o que parece acontecer com a maioria dos ex-muçulmanos. Asmath é uma ex-muçulmana que exemplifica a situação de sofrimento e perseguição dos que vivem nas regiões controladas pelo radicalismo islâmico. Ela cresceu numa casa problemática. Antes de nascer, seu pai abandonou a mãe. Novamente casada, o padrasto de Asmath lhe rejeitou. Ela saiu de casa e foi viver em um orfanato, onde aprendeu a doutrina islâmica. Aos 20 anos Asmath recebeu uma proposta para se casar com um homem de 60 anos. Aconselhada e sem muitas alternativas, ela decidiu se casar, mas o homem teve um ataque cardíaco dois meses depois do casamento. Os outros filhos do seu falecido marido entraram em conflito com Asmath, afirmando que ela não tinha direitos sobre a casa. Asmath, cujo nome verdadeiro não foi revelado para sua proteção, saiu mais uma vez de casa. Sem perspectiva e frustrada, ela decidiu tirar a própria vida, pulando de uma ponte em um rio profundo. O que Asmath não esperava era que às margens da ponte um pastor evangélico estava realizado uma cerimônia de batismo. Se tratava de uma das comunidades cristãs locais que se reúnem em templos subterrâneos, escondidos devido à perseguição religiosa islâmica. Ao se depararem com o corpo de Asmath boiando no rio, os cristãos resgataram e verificaram que ela ainda estava viva. O pastor fez massagem cardíaca e respiração boca-a-boca. Asmath acordou e durante aquele dia acompanhou o culto daquela comunidade, sendo acolhida pelos cristãos enquanto se recuperava. Durante a noite, ao dormir, Asmath conha que teve um sonho. Jesus lhe apareceu e disse: “Não temas. Eu sou seu Senhor e Deus. Eu sou o único que pode ser sua ajuda nos tempos de problemas. E eu sou a vida e a ressurreição”, disse Ele, segundo informações da organização Bíblias Para o Oriente Médio. No outro dia, Asmath testemunhou o que havia acontecido com a comunidade, aceitou Jesus Cristo e desde então se aprofunda na doutrina cristã, auxiliando os serviços da igreja que continua se reunindo no local de forma subterrânea.

Outros posts como este